Quarta-feira, 23 de Dezembro de 2009
crazy with it, crazier without

 a Ti,

gostaria de oferecer, como presente natalício, um conjunto de soberbas palavras, sentidas e verdadeiras; não a relatar o turbilhão de sentimentos que senti ao ver-te, mas sim, o arco-íris (azul celeste) que sentimos ao encontrar, de novo, a estabilidade com que o cruzamento dos nossos olhares nos brinda.

Durou meros, quase nulos, segundos. Não foi, de todo, o momento mais encantador ao qual os nossos corações assistiram mas foi, certamente, o mais puro. Deixou a beleza, a voluptuosidade, e tudo o resto para trás, arrecadando apenas, a pureza, a simplicidade e a genuidade que sempre nos acompanhou.

O autocarro parou, fazendo o seu trivial trabalho. Saíram e entraram pessoas e, nesse curto espaço de tempo, fitaste-me com o teu olhar ao qual eu correspondi quase instantaneamente. O autocarro retomou o seu caminho, voltando ao movimento. Mas tu, tu, não conseguias retirar o teu olhar, que atravessava o vidro embaciado do veículo, decorado com ténues rabiscos, e que me atingia adoravelmente. Estacaste.

Não possuiu o grande valor sentimental que poderia, eventualmente, possuir há meses atrás. Não direi que te amo e, muito menos, que tu me amas. Mas, honestamente, uma realidade eu consegui captar do pequeno campo de segundos que sucedeu. Uma coisa que, poderia ser totalmente óbvia e evidente, mas que, a minha insegurança não guarnecia: Tu sentes a minha falta. ©

 

(…) and I forgive you, for being away for far too long;
so keep breathing, ‘cause I’m not leaving you anymore.
Believe it; hold on to me, and never let me go.
*

 

Mas tu não o mereces e eu já não te quero.

 

---

 FELIZ NATAL

(antecipado)

 


: hungry :3
listening to: Thunderstruck - AC/DC

Catherine às 13:26
link | add to favourites.

De libânia a 29 de Dezembro de 2009 às 00:31
e se gostas de the kooks, és com certeza uma pessoa de bom gosto. 


oh e beatles, que maravilha *


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres


Copiar caracteres